Ideias precisam-se, mas ideias reais...

Hoje estou desmotivada. Aliás, tenho-me sentido assim nos últimos dias... Vou fazendo as minhas coisas, o que tem mesmo de ser mas sem vontade. Quase nem tenho vontade de sair de casa arranjada como sempre gosto e me sinto bem. E com o frio que está quase que dá vontade de sair de pijama e com uma manta às costas!

Se me seguem sabem que do post que escrevi sobre o meu estágio profissional que comecei em Março mas só ficou em legal em Setembro o que significa que daqui a cerca de 3 semanas vou ter umas "férias prolongadas" até Julho!

Estou farta deste trabalho e das condições, mais farta ainda por não valorizarem nada do que faço e de me meterem a fazer coisas que não cabe na cabeça de ninguém, ainda por cima tendo eu mais habilitações do que aquelas que se tentam armar em chefes!



Continuando, ando a entrar em pânico sobre o que fazer durante mais de 6 meses. Não vou poder trabalhar legalmente, o que me deixa com muito poucas alternativas.

Já pensei em muita coisa, em arriscar... mas em quê???

Uma loja online... mas de quê? já há tantas e será que resulta em alguma coisa?

Trabalhos manuais também nunca tive muito jeito, nada como aprender mas... mais uma vez me pergunto se isso iria dar resultado e se os gastos não iriam ser superiores aos ganhos...

Estou mesmo perdida e sem saber o que fazer.

Preciso de algo que me ocupe e algo que tenha um objetivo (ou vários) que eu tenha de cumprir... Além disso também me dava jeito uns trocos a mais visto que estou a devolver metade do ordenado por me terem adiantado algum dinheiro, ou seja: aquilo com que fico chega para me desenrascar durante o mês.

É muito triste existires este tipo de situações neste País onde cada vez mais as pessoas se aproveitam umas das outras.

Por favor ajudem-me a ter ideias sobre o que fazer, fico à espera das vossas sugestões!

Um beijinho para vocês!

Comentários

  1. Não sei mesmo o que te diga. Ia sugerir que investisses um pouco na tua área de formação ou então em aprender outra coisa que gostes/que te seja útil como uma língua ou uma forma de arte...
    Existe tanta coisa, até workshops de cozinha, pintura etc..
    Mas percebi que n deves querer gastar dinheiro.
    Confesso que n sou muito de arriscar nessas coisas porque podemos acabar com menos do que aquilo com que começamos.
    Espero que te ocorra alguma ideia de que gostes ;)

    ResponderEliminar
  2. Concordo com a Mari... acho que depende muito de nós. Eu, por me sentir desmotivada com a mudança de vida, etc, resolvi criar o blog... Agora assim já tendo um, não sei... Mas tenho a certeza que vais encontrar solução! =D

    Um beijinho dourado,
    O Biquíni Dourado
    Facebook
    Instagram

    ResponderEliminar
  3. Tens razão naquilo que dizes ... Não somos mesmo valorizados no nosso pais 😐

    ResponderEliminar
  4. O que é muito estúpido é ser obrigada a estar desempregada por causa de ir fazer um estágio profissional. E se quiser ter um part-time, qual é o problema? Não entendo -.- já vi que gostas de cozinhar, podes sempre fazer propaganda no facebook e fazer uns flyers para deixar nos cafés para arranjares uma clientela e pões-te a fazer bolos e sobremesas e coisas que saibas fazer bem na cozinha :) Pode não dar muito dinheiro, mas dá sempre jeito uns troquitos :)

    ResponderEliminar
  5. Somos duas... mas eu foi de estar doente e de estar "sozinha" :P

    Quanto a ideias, vou-te dar as minhas, que segui quando estive como tu:
    Explicações dadas em casa aos miúdos - em que os pais te paguem em dinheiro - e sem recibo
    Escrever para sites, que paguem à peça, por fora.

    Não faz, de todo um ordenado!!!
    Mas dá para despesas urgentes, mensais...

    ResponderEliminar
  6. Emigrar está fora de questão?
    Se te reconforta deixa-me dizer-te que não estás sozinha.
    Quando terminei a licenciatura nem estágio profissional consegui.
    O estágio de fim de curso deixou me desmotivada:despedi-me do trabalho que tinha conseguido porque me fizeram uma proposta no estágio. Quando o período de estágio acabou "ah e tal... afinal não vai dar"!!
    Já estava a viver sozinha na altura e não podia ficar à espera do emprego de sonho por isso tive que agarrar o que apareceu para começar a ter um ordenado. Passaram 10 anos e nunca exerci a profissão que tanto desejei ter. Aos 34 anos e com dois filhos (e apesar de não estar mal empregada) a minha maior vontade neste momento é ir para fora!

    Beijinhos e que corra tudo pelo melhor

    ResponderEliminar
  7. Não sei o que sugerir mas penso que é sempre boa ideia apostar em algo na tua área de formação ou algo que te interesse a sério. Se gostas de escrever e de design podes sempre tentar criar um blog "profissional" (não é fácil, com a concorrência que existe, mas há quem viva disso e quem pelo menos ganhe uns trocos ou montes de coisas grátis). Boa sorte :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares