terça-feira, 28 de julho de 2015

Filmes #6



The Boy Next Door, um filme com Jennifer Lopez como protagonista, que tem um caso amoroso com o seu vizinho adolescente. Passa de um romance para uma obsessão vivida pelo jovem, que acaba por se tornar violenta e ter várias consequências.
Já vi filmes com histórias semelhantes. Mas nada me fez não gostar deste filme. 
Vejam :)

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Acabados #4


Quanto a este creme facial só tenho uma coisa a dizer: ADOREI! 
Tem um aroma super suave, nada de deixar a pele muito seca nem muito oleosa. Otimo para usar antes da maquilhagem ou para usar sozinho.
Só coisas boas esta compra e a utilização do produto! :)

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Provado e Aprovado #6

Os dias quentes também pedem coisas doces e fresquinhas... aqui fica mais uma receita que gosto muito

Cheesecake de Iogurte e Frutos Silvestres


(imagem retirada do Google - aspeto original idêntico)

INGREDIENTES:
1 pacote de bolacha Maria
100 gr. de manteiga sem sal
150 gr. de frutos silvestres congelados
200 ml. de natas
4 folhas de gelatina
2 iogurtes naturais
Açúcar q.b.

PREPARAÇÃO:
Comece por preparar o molho de frutos silvestres. Leve ao lume um tacho com os frutos silvestres ainda congelados, um pouco de água (50 ml.) e açúcar a gosto (75 gr.). Deixe ferver tudo em lume brando até a mistura ficar com a consistência de doce. Passe com a varinha mágica e deixe arrefecer.
(Aqui faço batotice e normalmente compro um frasco de doce de frutos silvestres light e é o que uso).
Rale depois a bolacha Maria e junte a manteiga amolecida. Forre o fundo de uma tarteira com forma de mola com este preparado e reserve.
Bata 200 ml. de natas com açúcar a gosto. Quando estiverem bem firmes junte 2 iogurtes naturais e 3 folhas de gelatina previamente demolhadas e derretidas.
Coloque a mistura das natas na forma sobre a bolacha e, sobe isto, deite a calda de frutos silvestres (ou o doce) já fria, à qual previamente misturou uma folha de gelatina previamente demolhada e desfeita num pouco de água fervente.
Pode também não juntar a folha de gelatina, misturando grosseiramente com um garfo a calda com as natas, dando um efeito marmoreado.
Leve ao frigorífico a prender e sirva bem frio.

Bom apetite!

O que acham? é super simples e delicioso.



New in my Closet #6


E como eu não posso mesmo ver estes batons à venda em lado nenhum, mais este que voou cá para casa! Adoro :)

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Acabados #3



Não é algo que use diariamente. Mas gosto sempre de ter um tónico cá em casa para usar após o desmaquilhante em dias que abuso na maquilhagem. Tirando isso uso 2-3 vezes por semana. Normalmente uso uma maquilhagem leve, ou apenas um BB Cream e uma máscara de pestanas. Ao Fim de semana sim, gosto de abusar um pouco mais! 
Comprei este para "condizer" com o desmaquilhante que comprei na altura. 
O próximo, logo vejo qual será. Alguma sugestão? 

terça-feira, 21 de julho de 2015

Filmes #5



Aqui está um filme da Disney que juntou vários contos de fadas, como O Capuchinho Vermelho, Cinderela, Rapunzel, entre outros. 
Honestamente não foi dos meus filmes favoritos, nem perto disso! Não lhe achei grande piada. Mistura todas as histórias alterando-lhes o final, nada do Conto de Fadas que vivemos em ver as histórias originais.
Alguém mais já viu? O que acharam?

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Acabados #2



Conhecem? Eu não conhecia! Sempre escolhi loções para o corpo com cheiros fantásticos e por vezes desiludia-me com a qualidade do creme em si! Este foi oferecido pela minha mãe (confesso que se fosse eu não o tinha comprado) e o resultado é que gostei muito dele! Não te cheiro, o que é fantástico para o Verão, ou se usa um creme perfumado, ou perfume, nada de misturar as duas coisas! É super hidratante, o que também é ótimo para o Verão visto que a nossa pele seca muito com a exposição de dias ao sol. Eu gostei muito. Não sei se volto a comprar, normalmente no que toca a cremes e loções corporais temos tanta escolha que é raro repetir uma compra. Ainda tenho alguns no meu armário mas já estou a pensar na próxima aquisição! :)

terça-feira, 14 de julho de 2015

"Debaixo da roupa, estamos todos nus"




"Estava na Alemanha, num encontro de escritores, e, todas manhãs, no pequeno-almoço do hotel, havia uma mesa de homens portugueses. Em voz alta, acreditando que ninguém os entendia, libertavam-se a contar as suas aventuras com prostitutas polacas e os seus negócios de Mercedes em segunda mão. Num desses dias, um deles apontou para a minha orelha e disse: olha para este, parece que caiu em cima de um monte de pregos.

Noutra ocasião, estava no Luxemburgo, também num encontro de escritores. Preparava-me para almoçar, conversava com um poeta holandês, enquanto dois homens iam servindo salada em todos os pratos da mesa. Um deles chegou perto de mim e, em português, disse ao outro: olha para este animal, tem o braço todo o sujo. Dessa vez, não fiquei em silêncio. Disse-lhe: por acaso, até tenho o braço bastante bem lavado. Mudou de cor.

Não preciso destes dois exemplos breves para saber aquilo que muitas pessoas pensam repetidamente, todos os dias, e que não me dizem por pudor. Desde que cobri o braço esquerdo com tatuagens que sei aquilo que sentem as mulheres com decotes. É muito frequente o olhar das pessoas que estão a falar comigo fugir-lhes para o meu braço. Depois, disfarçam. No caso dos piercings, é mais inconsciente. Estão a falar comigo e, de repente, começam a ter comichão na sobrancelha, exactamente no lugar do meu piercing.

Eu conheço bem a interpretação geral dos piercings (drogado/homossexual) e das tatuagens (drogado/presidiário). À minha frente, já se referiram aos meus piercings dezenas de vezes como "os brinquinhos". Já fui tratado com desprezo por dermatologistas que acharam que eu não tinha o direito de estar no seu consultório, por estas palavras. Já fui analisado por inúmeras mulheres, senhoras, que, como se estivessem a aproximar-se de uma ferida, perguntaram: isso dói?

Eu compreendo essas pessoas, tanto os putanheiros que negoceiam Mercedes, como as senhoras que comem palmiers na confeitaria. Compreendo até os dermatologistas. À sua maneira, cada um deles se sente rejeitado pelas minhas tatuagens e pelos meus piercings. Acreditam que eu não quero ser como eles, não quero ser eles. Têm de responder de alguma maneira a essa rejeição. É-lhes fácil encontrar falta de sentido em furar o corpo com uma agulha e colocar um pendente metálico ou em preencher uma parte da pele com cicatrizes cheias de tinta. Uma pergunta que também me fazem, visivelmente baralhados, é: porquê?

As razões não são simples e são demasiado íntimas. Não tenho de dá-las. Talvez seja necessário ser eu, estar no meu lugar e ter o meu nome para entendê-las por completo. Essa é a natureza da pele. Para nós próprios, a pele é aquilo que nos protege, a fronteira entre a nossa presença e o mundo físico, o aparelho sensível que capta a percepção daquilo com que interagimos. Para os outros, essa mesma pele é a nossa superfície, a aparência. E, já se sabe, a aparência é tão enganadora, a superfície é tão superficial.

Também é comum admirarem-se com o carácter definitivo das tatuagens, perguntarem-me se não tenho medo de me arrepender. Sorrio. Emociono-me com a inocência daqueles que não percebem que tudo é definitivo e deixa marcas. Eu escrevo livros. Sei que tudo é definitivo e nada é eterno.

Sim, dói fazer piercings e tatuagens. Não, não são uma picadinha e não, não são umas cócegas. Para quê fazê-lo? Já respondi, cada um terá as suas próprias razões. São individuais e ninguém deveria sentir-se ameaçado por elas. Quando pedi a opinião da minha mãe, uma mulher que nasceu no início dos anos 40 e que me trouxe ao mundo nos anos 70, ela respondeu: desde que não seja no meu braço, tudo bem. Fiquei feliz por ter a aprovação que realmente me importava. Tudo óptimo, mãe, é no meu braço.

Além disso, a vida. Na escola do meu filho, sou o pai tatuado que passa entre os pais de fato. No supermercado, sou aquele que é vigiado pelo segurança a pouca distância. No barbeiro, sinto o embaraço no momento de me tocarem na orelha. Mas, quando estaciono o carro, os arrumadores tratam-me sempre por tu e ninguém mete conversa comigo quando vou a uma bomba da gasolina às quatro da manhã.

Em casa, tomo banho. A água morna na minha pele. Deslizo as mãos pelo meu corpo. É meu. Estou dentro dele."

Texto de José Luís Peixoto 

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Filmes #4




A Bela e o Monstro foi um filme que marcou muito a minha infância, é dos filmes que mais me lembro de ver, vezes e vezes sem conta. Assim que vejo alguma versão nova vou ver. Antes de ver este filme li algumas críticas ao mesmo, a maioria negativas. Mesmo assim fui ver e digo-vos que gostei!
A história antiga mas num formato um pouco mais moderno. Fantasias, amor, uma história de encantar. Não sabia que o filme era em francês mas acho que isso também dá um toque especial ao filme.
Alguém já viu ou vai ver? 

Acabados #1 / Nem in my Closet #5


Acabou um, chegou outro! Desde que descobri já não passo sem este BB Cream. É otimo para substituir a base em dias mais casuais, sem que queiramos uma maquilhagem muito sobressaída. Pode ser usada com os sem pré creme hidratante. Eu uso sempre com creme hidratante.
Este produto é 8 em 1, sendo que os 8 benefícios são:
1 - 24h de hidratação 
2 - Atenua imperfeições
3 - Pele lisa e homogénea
4 - Luminosidade natural da pele
5 - Melhora o tom de pele
6 - Sensação de frescura
7 - Proteção solar fator 30
8 - Pele livre de oleosidade

E vocês conhecem este produto? Utilizam? 

sábado, 11 de julho de 2015

Provado e Aprovado #5

Com o Verão, chegam também os finais de tarde entre amigos. Convívio, comida, bebida e diversão é o que se quer.
Aqui vos deixo uma sugestão para esses finais de tarde, pode servi também para petiscos ou até como entrada numa refeição mais elaborada, ora vejam: 

Baguetes Recheadas



Ingredientes para duas baguetes:
2 dentes de alho
3 colheres de sopa de coentros picados
2 colheres de sopa de salsa picada
azeite q.b.
sal q.b.
4 rodelas de chouriço (costumo substituir por bacon)
2 fatias de fiambre
2 fatias de queijo
2 colheres de sopa de maionese

Preparação:
Corte as baguetes em fatias na diagonal, mas sem cortar até ao fundo. Prepare o recheio.
Na picadora coloque os dentes de alho, uma pitada de sal, os coentros e a salsa. Pique tudo muito bem e transfira para uma tigela. Acrescente 3 colheres de sopa de azeite para formar uma pasta. Barre todas as fatias de uma das baguetes com esta pasta. Embrulhe a baguete em folha de alumínio, regando antes com um pouco mais de azeite.
Para o segundo recheio, leve novamente à picadora o queijo, o fiambre e as rodelas de chouriço (ou bacon). Retire a mistura para uma taça e misture a maionese. Barre as fatias da outra baguete e embrulhe-as também em papel de alumínio.
Leve depois as baguetes ao forno previamente aquecido a 200ºC durante 10 minutos. Desembrulhe depois as fatias e deixe tostar as baguetes durante 5 minutos. Sirva de imediato.

Todas as receitas que partilho com vocês, originais minhas ou não, já foram confeccionadas por mim e correram muito bem, daí querer partilhá-las convosco! Espero que gostem tanto como eu.

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Alguém me ajude...

... e me diga como coloco o botão "seguir" no blog! Apenas consegui colocar ainda o seguir através do G+.

(isto de ser uma naba a informática tem muito que se lhe diga) 

I Wish... #2


Que todas tenhamos um Bom Fim de Semana, cheio de coisas boas :)

quinta-feira, 9 de julho de 2015

Filmes #3

E para quem viu o primeiro, não pode perder o segundo! Eu já vi, e vocês? 



terça-feira, 7 de julho de 2015

Filmes #2

Aqui fica o filme com que me deliciei no Fim de Semana que passou. Gostei muito!
E vocês, já viram? 


segunda-feira, 6 de julho de 2015

Série Forever




Há quem diga que o que é bom acaba depressa. Pois neste caso eu acho que é bem verdade!
Ouvi falar desta série através de um outro blog (desculpem mas já não me lembro qual foi o blog) e não pensei duas vezes em ir ver. Vi cada episódio ficando cada vez mais rendida que o anterior. Pena que esta série tenha apenas uma temporada.
Já li que poderá existir uma próxima mas honestamente não acredito muito nisso.

Mais alguém já conhece o Dr. Henry Morgan? eheh

Agora vou tentar ver alguns filmes antes de me voltar a agarrar a sério a outra série.

Sugestões de séries, alguém? 

Novidade Fresquinha



Lembram-se das Bijou Box da Ingruccia? Eu sei que há por aí fãs destas caixinhas surpresa, eu própria mandei vir a minha e posso dizer que gostei muito.

Pois bem, todas pensámos que iam acabar mas não! Da mesma empresa existe agora a Loja Online Lovely Popcorn que também nos dá a possibilidade de adquirir uma Bijou Box.

Ainda há uma semana recebi a minha mas penso que em breve irei encomendar uma outra.

Já conheciam? Gostaram da ideia?

domingo, 5 de julho de 2015

Filmes #1

A partir de agora vou deixar aqui sugestões de filmes que vou vendo: uns mais recentes, outros nem tanto (sim, também gosto de clássicos).

Este filme foi lançado em Dezembro de 2014. Fala de uma família um pouco diferente do normal mas que apesar de tudo de amam muito uns aos outros. Ora fiquem com o trailer: